ABEL OU ROGER, SERÁ?

POIS MEUS CAROS IRMÃOS DE SOFRIMENTO , começaram as especulações sobre o sucessor do GF .  Há quem queira Abel Braga, técnico histórico do clube, que conquistou os maiores títulos colorados e cujo trânsito entre dirigentes, integrantes da comissão técnica e até entre os jogadores remanescentes do grupo de 2014, quando ele passou pela última vez no clube, é excelente. Há quem prefira Roger Machado.

O Palmeiras,  também cogita a  contratação do Abel para 2018. Outro que está no páreo é o próprio Fluminense, que tem contrato com o técnico até dezembro do próximo ano, embora, neste momento, não faça oposição à saída, meu entendimento é que terá sua saída facilitada inclusive.

De volta ao Beira-Rio (imagem: Yahoo)

Roger, por outro lado, está parado desde o primeiro semestre, quando foi demitido do Atlético-MG. Sua ligação com o Grêmio não seria empecilho, pois o técnico, mesmo nos tempos de jogador, jamais esteve envolvido em qualquer tipo de conflito com o Inter ou sua torcida. Seja qual for a decisão dos dirigentes, ela só será anunciada após a participação do Inter na Série B. O profissional, porém, será contratado assim que for possível. Se estiver desempregado, imediatamente. Caso contrário, após o final do Brasileiro. Comenta-se nos bastidores que Tinga estaria acertado para ser o homem forte do vestiário. Sei que Tinga tem relacionamento pra lá de bom com o Roger, que inclusive já tiveram um projeto juntos. Mesmo entendendo que Roger é também uma aposta sinceramente eu o prefiro uma vez que em minha visão o GRANDE ABEL, já prestou inestimaveis serviços, marcou sua trajetória e não merece mancha-la. Por mais sucesso que obtenha alcançará tão somente um empate com tudo que já fez, sem contar com  o risco de um insucesso a exemplo de sua ultima passagem

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

About Paulo Melo

13 comments

  1. Roger é gremista e já declarou isso, por favor….tudo menos isso!

  2. Vcs sabem que vai ser o treinador do inter?? AQUELE QUE O D’ALESSANDRO DECIDIR. Sim, a direção irá propor á ele tres nomes de treinadores, e Dalesandro terá a palavra final. Parece doidice minha, pegação de pé do argentino, mas é assim e assim será.

  3. Eu vou torcer para o Renato Portalupi vencer a Libertadores
    Assim no futuro ele poderá vir para o Inter
    Já que estamos virando uma filial do Grêmio, e´bom os gremistas terem sucesso.
    Que clube decadente

  4. Naladar Santos
    Naladar Santos

    A verdade é que, seja qual for a escolha, será um risco. Em tese não gosto de soluções velhas para problemas novos. A tecnologia ou a ciência evoluem em velocidade que o ser humano é incapaz de acompanhar e pessoas bem sucedidas tendem a cair na mesmice (Luxemburgo, Abel, ….). Ainda que sejam apostas, gosto mais da ideia de cabeças arejadas. Mano apareceu no XV de Campo Bom; Tite no Caixas; Felipão foi preciso ser Campeão da CB no Criciuma para depois vir ao nosso arquirrival. Sinceramente, todas as opiniões são válidas. Tanto pode ser um sucesso a escolha do Roger, assim como o Abel, como um fracasso retumbante. Abel tem uma identificação história e na última passagem nos deixou na Libertadores, mas, não nos esqueçamos, ele era muito contestado pelas mesmas razões que outros que ali passaram: falta de desempenho. Se vir Abel, vou apoiar como sempre. Se vir Roger, também vou apoiar como se ele fora colorado desde criancinha.

  5. Caro Paulo Melo. Vc sabe que sou XAVANTE. Mas vou opinar. Na minha avaliação esse Abel além de muito caro ( no mínimo 600 paus ) trata-se de Treinador ultrapassado. Jair Ventura seria uma boa alternativa.
    O Roger um Treinador pronto. Mas pesa muito a rivalidade.
    Abraço.

  6. Dorian R. Bueno
    Dorian R. Bueno

    OS JOGADORES DO INTERNACIONAL, PRECISAM SE INSPIRAR NUM DETERMINADO TIME DE ESCOTEIROS!!!

    Colorados, mais uma vez vamos torcer com paciência para que hoje lá em Barueri contra o perigoso time do OESTE, os nossos JOGADORES consigam encontrar rapidamente o OBJETIVO MAIOR, que é Ponto Cardeal da Série A, que fica dentro da GOLEIRA do adversário.
    Que os jogadores não tenham perdido totalmente o rumo de como se joga futebol nesta competitiva Série B, já que rodaram de NORTE, SUL, LESTE e OESTE deste Brasil, e mesmo assim ainda falta um pontinho para subir.
    Quando vejo uma partida do Colorado tenho a nítida impressão de quando a BOLA ainda está na região Norte do Campo, os atletas já estão bem lá no Sul quase na fronteira, esperando um BALÃO.
    Por falta de UNIÃO, CONFIANÇA para jogar FUTEBOL com COMPETÊNCIA, a BOLA chega por acaso na Região Leste, eles se deslocam rapidamente para o Norte causando muito desgaste físico e CONFUSÃO entre eles mesmos.
    Chega de fazer tudo ERRADO, se inspirem num ORGANIZADO E DETERMINADO time de ESCOTEIROS, peguem uma BÚSSOLA e encontre rapidamente o caminho dos GOLS da VITÓRIA para todos sair de campo, muito mais felizes.

    Abs. Dorian Bueno, Google+Plus, POA, 14.11.2017.

    • Alô você Dorian!
      Boa analogia. Pode ser que a coisa seja até por aí. Abração.
      Coloradamente,
      Melo

  7. Alô você Luciano!
    Pois também acho o Roger uma aposta. Seu currículo ao lado do currículo do GF por exemplo chega a inexistir. Aposta por aposta seria mais uma (não está proibido de dar certo). Quando falo que Abel,não é porque o vejo como se estivesse cansado de tudo isso. Ele deve estar pensando: “qualquer hora eu largo”, me passa essa impressão, me parece não ter mais ambição. Me dá a impressão de que está ainda no futebol por não ter o que fazer. Segue apenas por uma ocupação. Posso estar enganado? Posso sim, mas minha chance de acertar é grande.
    Coloradamente,
    Melo

    • Alô você Mauro Mello!
      Eu também prefiro que não seja ele, mas devemos lembrar que Sérgio Moacir Torres Nunes, um reconhecido tricolor, foi o treinador que quebrou a sequencia de campeonatos do GFPA em 1961, quando o fanatismo era muito maior do que hoje.
      Coloradamente,
      Melo

  8. Antônio Carlos Pauperio

    Melo, seria a “realização”, uma dupla de ex gremistas na condução do plantel Colorado. Não se trata de discriminação ou preconceito pela origem, pois isso seria xenofobia, mas sim de projetar as decisões Coloradas respeitando a história do Internacional e o sentimento de sua torcida. Será que essa torcida ainda não sofreu o bastante e ainda precisa mais. Por favor, gente experiente, que tenha pulso e que faça essa gestão respeitar mais os profissionais que trabalham no clube. Alguém que faça o que já deveria ter sido feito. Profissional bem pago tem que corresponder à qualidade propalada para ser contratado, fazer jus ao salário e se empenhar em campo, sempre. O ex jogador citado, já havia relatado isso a você, foi o único que não recebeu bem a torcida, todos pais e mães com crianças, como eu, que foi ver os atletas Colorados no hotel que estavam hospedados. Só havia um jogador tomando café e, mesmo assim, deu atenção aos pequenos Colorados. Se uma dupla dessas assumir o comando técnico Colorado, tenho certeza, não representa o pensamento da grande maioria da torcida Colorada. Não estou me referindo ou questionando às qualidades das pessoas, mas às suas características para as funções e trato com jogadores e torcedores.

    • Alô você Pauperio!
      Já me relatastes o caso ocorrido em Salvador. Não há o que contestar, foi algo desagravável, profundamente lamentável, entretanto eu lhe afirmo que TINGA é Colorado, é muito Colorado, conheço a ele e sua família e te digo mais, gente muito próxima do Roger (não é o meu caso) afirmam que sua origem é Vermelha e branca. Bem agora quanto a capacidade de ambos, parecem ter “as ferramentas”, com o PC tive o prazer de conversar sobre bastidores de futebol e me agradou o seu modo de pensar, contudo quer me parecer que sem um timoneiro conhecedor dos atalhos, dos “igarapés e igapós Colorados” temo que seja tão somente mais uma aposta. Queiram os Deuses que não.
      Coloradamente,
      Melo

  9. Luciano

    Prefiro começar dizendo que não gosto do Róger como opção, pois é também uma aposta e temos fracassado com essas tentativas de nomes não afirmados. Abel não tem demonstrado trabalhos recentes que o credenciem. Claro que possui biografia vencedora e falta-lhe um título Nacional importante pelo INTER. Isso pode representar uma ambição a mais. Além do que Melo, me serve um “empate” em sua biografia com uma nova Libertadores ou Mundial, apesar do plantel com qualidade baixa que possuímos. Apesar da rejeição de parte da torcida, gosto também do trabalho do Cuca, esse já possui biografia vencedora e pelo INTER seriam novos e importantes desafios. Descarto também Carpeggiane, acho que não emplacou ainda como treinador e também seria uma aposta baseada em passado vitorioso como jogador colorado. SC.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*