BRASILEIRO SERIE B 2017 – DESEMPENHO COLORADO

VITÓRIAS E ALGUMAS DERROTAS FAZEM PARTE DE UMA GUERRA

Clique sobre os gráficos para melhor visualização.

Observação:

Em jogo difícil, na Arena da Baixada (do Atlético PR), em Curitiba, com recorde de público e uma torcida que apoiou o adversário do 1º ao último minuto, o Internacional perdeu o jogo para o Paraná, por 1 x 0, resultado que pode ser considerado normal, pelas dificuldades geradas com as ausências do Cuesta e Pottker (devido aos cartões amarelos) e a lesão do Dourado, entretanto manteve a liderança isolada do Campeonato brasileiro Série B 2017, com 4 pontos de vantagem do 2º colocado e seguindo na luta para o acesso à Série A. Próximo jogo será contra o Brasil, de Pelotas, no Beira-Rio, na próxima segunda-feira, as 20:00 horas e momento certo para se recuperar dessa derrota. Para qualquer leigo é fácil observar que a diferença de pontos entre os primeiros colocados é muito pequena e, se o Internacional pretende ser o campeão, deverá manter o seu desempenho em nível elevado, com entrega total em campo e considerando que todo cuidado é pouco, pois ainda faltam 10 jogos até o final do campeonato.

Observação:

O time Colorado continua mantendo a tendência de melhora de desempenho, entretanto houve uma leve queda em comparação aos demais jogos do 2º turno. Hora de reavaliar os desempenhos e lembrar que ainda falta muito para o título. 

Observações:

  1. A média geral das avaliações dos desempenhos dos jogadores foi 5,54, um dos mais baixos do 2º turno;
  2. Charles substituiu Rodrigo Dourado (lesionado), aos 17 minutos, do 1º tempo (passível de avaliação);
  3. Camilo substituiu Sasha, aos 19 minutos, do 2º tempo (passível de avaliação);
  4. Juan substituiu Winck, aos 39 minutos, do 2º tempo (não passível de avaliação);
  5. Maidana marcou, aos 41 minutos, do 1º tempo, o gol do Paraná;
  6. Somente são avaliados jogadores que estiveram em campo em tempo igual ou superior a 15 minutos;
  7. As avaliações são individuais e originadas pelas observações de um grupo de simples torcedores depois do acompanhamento de cada jogo.

 

Observação:

O desempenho médio individual da quase maioria dos jogadores vem apresentando leve tendência de se manter um pouco acima de 6 e 5,5, mas ainda se mantém muito irregular em alguns. Cada vez ficam mais evidentes as carências, as contratações pontuais necessárias e as negociações de permanência e saída que terão de ser efetuadas para 2018.

Observação:

As últimas duas partidas, uma vitória e uma derrota, não chegaram a abalar a diferença crescente entre pontos ganhos e perdidos e mantendo  essa tendência,  o time Colorado poderá ser o campeão da Série B, até com certa antecipação.

Observação:

No gráfico se percebe o aumento gradativo da predominância da parte de cor vermelha, correspondente às vitórias e isso mantém a expectativas da volta à Série A e, quem sabe, a conquista do título da Série B.

Observação:

O time Colorado continua fazendo prevalecer a influência de seu mando de campo e o apoio de sua fiel torcida.

Observação:

Os percentuais entre vitórias, empates e derrotas vem se mantendo bons, mas precisa haver uma redução do número de derrotas fora de casa.

Observação:

A defesa vem mantendo a regularidade de bons desempenhos, sem comprometer, mesmo com a ausência inesperada do Klaus (afastado por lesão), assim como os atacantes começam a melhorar seus desempenhos e mostrar uma maior eficiência nas finalizações a gol.

Observação:

Pottker continua liderando a marcação de gols do ataque Colorado, sendo seguido, de perto,  por Nico López e, logo a seguir, por D´Alessandro e Damião (está mais do que na hora de pensar em sua contratação).

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

About Antônio Carlos Pauperio

Antônio Carlos Pauperio
Sou apenas mais um dos simples torcedores do nosso INTERNACIONAL. Atualmente resido em Salvador, na Bahia, mas mesmo distante continuo sempre acompanhando e torcendo pelo sucesso de nosso Colorado e pela alegria da nossa torcida. Para acompanhar o que escrevo, fora do nosso blog, acesse o endereço http://discutindoavidanormal.blogspot.com

4 comments

  1. Dorian R. Bueno
    Dorian R. Bueno

    OS GOLEIROS DOS OUTROS TIMES, BLINDARAM SUAS GOLEIRAS !!!

    Quando os goleiros dos times estão blindados, nenhum artilheiro conseguirá se consagrar em cima deles, a não ser por uma falha desastrosa de algum jogador de defesa que presenteará o atacante adversário com a BOLA na cara do GOL.

    O Danilo Fernandes já teve bastante crédito, mas tem momentos que ele não tem sido mais uma grande muralha no gol como antes, quando nos protegia também com a sua cara e barba de Talibã.

    Reforço que quando os nossos atacantes, meio campista, volantes, laterais e zagueiros, erram demasiadamente lances pontuais contra os adversários e a favor deles, coitado do Internacional, lá vem contraveneno.

    Falei tudo isto para valorizar o desempenho dos goleiros Richard do Paraná e o Carlos Lampe da Seleção da Bolívia, que fecharam as suas goleiras contra o Internacional e a Seleção do Brasil nesta semana.

    Tem dias em vossas vidas, que estes abençoados filhos de DEUS carregam com brilhantismo seus times nas mãos, peitos, barrigas, pernas, pés devido aos seus intensivos treinamentos e sortes.

    Abs. Dorian Bueno – Google+Plus, POA, 06.10.2017

    • Antônio Carlos Pauperio

      Dorian, realmente mérito dos goleiros, entretanto não acredito em sorte sim em trabalho (treinamentos), dedicação (entrega) e competência 9qualidade). Quanto aos atacantes, não podem marcar sempre, mas está faltando qualidade e calma nas finalizações.

  2. Alô você Pauperio!
    Pois estou acompanhando através desses ´gráficos de “falam” a sintomárica evolução. Danilo Fernandes que reinava absoluto como o maior destaque da equipe, já não o é mais. é o terceiro, atrás dp Damião e Rodrigo Dourado, além de ter logo atrás mas muito próximo Cuesta e Edenilson. Sinal evidente de que na visão global a equipe se aproxima de uma produção mais linear. Isso é bom, muito bom.
    Coloradamente,
    Melo

    • Antônio Carlos Pauperio

      Melo, verdade, de uma maneira geral os jogadores tem melhorado seus desempenhos, acredito que fruto do equilíbrio encontrado no grupo. O foco na busca de um objetivo, a união e a confiança estão em um crescente e, com certeza, trarão desempenhos melhores ainda. Quanto ao Danilo, sinceramente, me parece que seu forte é estar sempre ativo, pois com a melhora do desempenho do time, pouco atua e parece que isso compromete seus reflexos. O que me preocupa bastante é essa sequência de jogadores da mesma posição lesionados. Não tenho conhecimento de isso ter acontecido antes. Depois de termos encontrado uma dupla de zaga com bons desempenhos, temos um problema sério agora, principalmente com o afastamento do Rodrigo Dourado, por três semanas.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*