Campo ruim, futebol pior e mais desculpas

Na tarde de ontem no estádio Arruda em Recife o Internacional buscava mais uma vez alcançar o G4, mas não saiu do 0 x 0 diante de um Santa Cruz que também tentava não só manter-se entre os primeiros quatro colocados, mas também buscava a vice-liderança do campeonato. Ambas as equipes no caso de vitória, fechariam a rodada em segundo lugar, mas o pouco futebol apresentado pelos dois times, combinado com a péssima condição do gramado, contribuíram para que o empate fosse o resultado final.

No início da partida, o Inter até tentou manter um ritmo forte e surpreender o Santa Cruz com uma rápida troca de passes, mas o gramado realmente era um adversário a parte. Além disso, a equipe que desde de o início da temporada vem sofrendo com diversas modificações e improvisações de elenco e esquema tático, mais uma vez pagou o preço pela falta de entrosamento. O primeiro tempo colorado não passou de uma ou outra tentativa frustrada de se chegar ao gol adversário. Pior ainda foi a incompatibilidade do time em atender ao esquema proposto pelo técnico, que a meu ver, assim como os anteriores, insiste em propor um esquema tático com peças erradas ou mal distribuídas em campo.

O segundo tempo foi como se tivéssemos assistindo uma reprise do primeiro, um time sem brilho, como o Santa Cruz, tipo o Santa Cruz, igual a qualquer outro, longe de ser um time da grandeza do Internacional. Mesmo as substituições não melhoraram em nada a atuação da equipe. Mérito do adversário? Realmente não, mas sim, total demérito da equipe colorada.

Ao final da partida ouvimos o que temos escutado desde 2015: Desculpas e mais desculpas. A culpa nunca é dos jogadores, da comissão técnica ou direção. Sempre são juízes, calendários, lesões, alguém que já foi, alguém que está chegando e por vezes o gramado, como foi ontem. Apesar da reformulação do elenco, as atuações do Inter nesse ano, se parecem muito com as atuações dos últimos 2 anos, uma equipe insegura, irregular, com limitações táticas e técnicas, mas principalmente anímica, o que torna o time colorado comum e parelho a qualquer time que tenha noção de posicionamento tático. É um tanto pouco demais para um clube do tamanho do Internacional. Foi um ponto a mais rumo ao nosso lugar devido, mas na tabela “confiança”, faz tempo que estamos estacionados.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

About Fabiano Mello

Fabiano Mello
Sou TI² (Torcedor do Internacional e profissional de Tecnologia da Informação). Sócio colorado. Torcedor de arquibancada desde 1992. Campeão de Tudo.

24 comments

  1. aquidaban flores machado

    A coisa tá feia mesmo! É preciso que a equipe tenha um padrão de jogo, o que até agora ninguém conseguiu implantar. Tomara que com o Guto isto venha a acontecer. Abraço!

  2. bike boy colorado

    Alô Pessoal do BAC, fiz um comentário ontem às 11:22 horas. Mas o mesmo ainda está aguardando moderação! Se puderem dar uma olhadinha, valeu!

    • Antônio Carlos Pauperio

      Bike boy Colorado, o BAC é gerenciado por gente que entre outras tantas coisas também atende o BAC, em outras palavras, o blog em tem um funcionamento de atualização as 24 horas do dia. Nos finais de semana pode acontecer que alguém não tenha entrado no site e visto alguns comentários.

  3. Olha Fabiano, estamos na metade do ano e com oito rodadas não conseguimos nos colocar no G4 da série B. Ou é o desentrosamento, o desgaste físico, o campo ruim, sempre tem uma justificativa. Mas nosso maior problema é mesmo técnico. Na temporada passada e nesta. Muitos jogadores médios e alguns abaixo dessa média. Outros até poderiam se firmar num time mais organizado e num clube com melhor condição de organização em geral. Até acho que vamos fazer mais pontos nas próximas rodadas, mas o retrospecto não indica uma campanha mais regular. Talvez eu seja desementido e que bom que eu precise admitir isso daqui seis ou sete rodadas.

  4. Dorian Bueno
    Dorian Bueno

    ENQUANTO A SÉRIE C NÃO VEM !!!
    Quando que poderíamos imaginar que o Internacional teria um time tão ruim tentando jogar futebol na Série B?
    Olhando para a campanha do Juventude fico lembrando que eles nos últimos anos, tem conseguido formar mais jogadores do que o Colorado.
    O engraçado é que o Grêmio faz um rancho e fica com os melhores, já o Internacional pega o que sobrou e normalmente não funcionam.
    De repente lá vem a gestão do Juventude fazendo campanha de time grande que sabe avaliar muito sua categoria de base e o mercado.
    Conseguiram formar um time tão rápido quanto a decadência do Colorado com menos dinheiro.
    Quem sabe os dirigentes precisam olhar mais para os times pequenos que jogam como grande e colar este espírito de humildade e desempenho rapidamente?
    Do jeito que a coisa está se encaminhando, a Série C poderá ter um novo aluno em 2018.
    Abs. Dorian Bueno, POA, 21h40 min.

  5. Mauro Vozão
    Mauro Vozão

    AS DESCULPAS

    A CADA má jornada de nosso time, lá vem as desculpas, invariavelmente e diversificadas.
    Parecidas com aquela combinação prévia de um grupo de jogadores que se combina antes de entrar em campo para cada um dar uma “chegadinha” em determinado craque adversário, na forma de rodízio.
    A bola da vez em Recife foi o estado do GRAMADO (como se não estivesse ruim para os DOIS lados).
    Aguardemos a próxima, na 3ª feira que vem contra o Paraná, em pleno templo sagrado do Beira Rio e com previsão de noite estrelada pelo Weather Channel, caso o time não vencer.
    Se é como estão me interpretando, ACERTARAM! Pois é justamente ISTO mesmo: Tá na hora de a torcida meter uma PRESSÃO, com moderação e sem vaias DURANTE o jogo, mas meter uma pressão, SIM, nesse grupo de jogadores. Porquanto a sucessão de desempenhos ruins, para quem ganha tanto, olha…
    Se o MEU saco já está quase estourando, imagino só o dos mais esquentadinhos!

  6. João Colorado-Pr

    Boa tarde Fabiano e colorados…

    De cara digo,n assisti o jogo mas nem precisava, pois já sabíamos das dificuldades q teríamos e já provocando nosso guru otimista Vozão, vai ser disso p pior…

    Infelizmente,me dói falar isso mas nosso Inter vai sofrer nessa série B,não q tenhamos um time ruim,até acho os nossos jogadores d um nível bom,o problema é essa direção q só troca d nome mas é a mesma coisa a 15 anos,fizeram um trabalho q só tenho a elogiar,saímos d nada p o tudo e durou 8 anos(2002 a 2010) o erro foi ter insistido na mesma fórmula…

    Para piorar nosso “rival” vai d bem a melhor o q n é novidade(famosa gangorra) mas convenhamos Henrique (com o maior respeito) melhor treinado taticamente com o fanfarrão Renato ??? aqui concordo com o Pauperio,n é por aí,a gangorra pode virar…

    Mas q temos q colocar as barbas de molho não tenho a menor dúvida…abs!!!

  7. Dorian Bueno
    Dorian Bueno

    RESUMO DO QUE VI !!!
    01) Achei o estádio do Arruda feio e sem vida;
    02) Gostei da banda que tocou muitos frevos de forma alegre e afinada;
    03) O gramado parecia o do campo do São José antes da grama artificial. Quero dizer em dia de chuva tinha que colocar vacas e bois para pastar menos jogador para tentar jogar futebol.
    04) Nível dos times sem alteração, tudo de acordo com o padrão Série B;
    05) Reclamações quanto ao estado do campo não procede, por que os jogadores não mereciam um campo melhor;
    06) A Zaga do Inter foi um horror de entrosamento com a BOLA, mesmo assim desta vez não levaram Gol;
    07) O Carlinhos está parecendo um botijão de gás de tão pesado, e sem mobilidade para dar continuidade a uma jogada. Senti saudade do Valter X-Tudo;
    08) O meio de campo combateu bastante, mas sem encanto para armar alguma jogada para atacar em bloco e com eficiência;
    09) Ataque sem poder de fogo, pareceu que nem entrou em campo;
    10) Quanto ao futebol não vi, mas não tenho de raiva caso alguém tenha conseguido ver.
    Tenhamos muito mais paciência Amigos Colorados, por que ainda não temos um time de futebol.
    O melhor de tudo é que podemos vibrar com o que escrevemos antes dos jogos do Internacional.
    Amigos, curtam as nossas palavrasjá que futebol são apenas 90, 95 ou 99 minutos e depois começa tudo novamente com ou sem Gols.
    Não fizemos, mas o Santa Cruz tbm Não.
    Abs. Dorian Bueno, POA, 17h20min.

  8. Bom pessoal, antes do jogo, eu já sabia qual seria a desculpa que iam usar: o mau estado do gramado!
    Dito e feito! Não deu outra. Melo, Guto, jogadores, imprensa ….
    Meu Deus, se o Inter também não joga nada no Beiro Rio, dar a desculpa do mau estado do gramado para a péssima atuação, é muita cara de pau!
    A cada jogo, o Inter parece que regride. Erra tudo que é passe. Perde toda dividida. Perde sempre´a segunda bola. A saída de bola ainda é o balão. Ligação direta. Não existe meio de campo. Atacantes de costas contra zagueiros de frente.
    O mesmo de sempre: no primeiro minuto já se viu o Sasha cair e ficar estendido no chão, olhando o que acontecia em campo!
    Cirino está se tornando bruxo do Guto. Sacou Nico do time edepois justificou que é pouco competitivo. Isso mesmo! Pouco competitivo, um dos artilheiros do time! E Cirino fez o que até agora? Aliás eu sempre torci contra a sua vinda para o Inter. Vi jogos do Cirino no Flamengo e nunca vi uma apresentação que recomendasse sua contratação!
    Enquanto o Inter não tiver um sólido sistema de meia cancha, também não vai ter um bom sistema de defesa ou de ataque! Isso é primário no futebol moderno! Todo mundo sabe disso, menos na cúpula do Colorado! Por isso muda presidente, técnico e jogadores…. e nada muda para melhor na formação do time!
    E olha que estamos disputando série B. Com essa formação atual, se estivéssemos na A, cairíamos novamente! Disso não tenho a menor dúvida! A explicação é uma só: não temos time!
    Abraços aos parças do blog!

  9. CAMPEÃO DE TUDO

    A mesmice é tamanha no Beira-Rio que até o uniforme ainda é o mesmo de 2016!

    Não há nenhum argumento plausível que justifique o fato de um time com a grandeza do Internacional esteja jogando o nada que vem jogando contra equipes visivelmente desqualificadas – sim, porque se fossem qualificadas a nossa situação estaria ainda pior!

    A torcida não aceita mais desculpas de qualquer tipo! É hora dos responsáveis assumir seus atos! Em última instância a responsabilidade é da direção que contratou esse grupo de jogadores, a comissão técnica e elaborou o planejamento. O que não nos exime de criticar a falta de qualidade de alguns atletas e do próprio “treinador” que já se mostrou muito fraco, fazendo as mesmas coisas que o anterior com o agravante de fazer o time jogar ainda menos. Já disse aqui que bruxismos e tentativas de nos ludibriar trazendo colorados em vez de profissionais qualificados nos levou para essa situação atual. Guto Ferreira não é treinador e cedo ou tarde terá que ser dispensado. Embora seja colorado não é um ídolo como Falcão, Fernandão e Clemer! A torcida já está criticando-o. Bom trabalho em times do porte de Bahia e Juventude não é parâmetro para dirigir a casamata de clube grande como o Internacional — clube que historicamente não obteve bons resultados com treinadores emergentes. O meu maior receio é que não tenha nenhum treinador cascudo disponível quando a inevitável hora do Guto chegar. O Levir já foi para o Santos!

  10. GOLASSOS, desculpem e não foi o teclado foi a pecinha atrás dele.

  11. Nelson tche

    Amigos Colorados!
    Vou ser direto e reto, desculpem a sinceridade, mas estamos jogando a série B do brasileiro, temos um time em construção e nossa realidade é essa, lesões a rodo, técnico em início de trabalho,alterações em função de cartões, campos péssimos, arbitragens ruins, adversários aguerridos contra o melhor grupo da série B.
    Não vou me estressar com o resultado de ontem, pra mim em 15 minutos de jogo já imaginei que iria ficar nisso. Vamos empatar mais jogos ainda fora e o problema não é esse. O problema foi empatar em casa aqueles 2 jogos, analisem aí a diferença que aqueles pontos fariam na tabela.
    Alguém aí acha que vamos ganhar todos os jogos considerando essas circunstâncias? Precisamos ganhar sim os jogos em casa, alguns fora, e até alguns empates fora no conjunto da obra somará pontos para no final fazer a diferença.
    Não tenho dúvidas que vamos subir, isso é certo, precisamos é organização, boa estrutura para a continuidade com time grande, gigante que somos. Estou com o grande Mauro Vozão nesse aspecto, vamos voltar a ser Inter!
    Por fim, uma palavrinha ao amigo, grande colorado, escriba que sempre leio e admiro por suas colocações, o Paupério. Não entendi a puxada de orelhas a supostamente alguém aqui do grupo que estaria torcendo pro rival, confesso que leio tudo que é postado aqui e não identifiquei explícito ou nas entrelinhas. Alguma referência com finalidade de auto crítica até já vi.Como ele é sempre comedido e cuidadoso, me leva a crer que tenha realmente percebido, mas não consigo imaginar um Colorado, nem em dias de depressão ou demência ter uma recaída tão lamentável e desastrada de torcer a favor do rival.

    • Antônio Carlos Pauperio

      Nelson, não acredito que sejam válidas comparações entre o atual time do Internacional e do tradicional adversário. São situações completamente distintas, com um time em formação e outro já formado. Continuo acreditando que acompanhar jogos do tradicional adversário é de um mau gosto terrível, pois tem jogos muito melhores para acompanhar, mas gosto é gosto. Não sei se por ter sido atleta, sempre lutei por uma camisa só e quando perdi uma “batalha” sempre reconheci que meu adversário esteve melhor. Nunca em minha vida torci pela derrota de outro. É uma questão de filosofia de vida e respeito a quem mereceu mais, trabalhou mais e melhor. Em outras palavras, não sei “secar”. Esse regionalismo ou bairrismo de manter essa comparação esdrúxula e de “comportamento de gangorra”, onde só existem dois clubes, como se nada de melhor tivesse no Brasil e no mundo, é que mantém alguns com muito acomodados em uma situação, com pouca ambição e aceitando a mediocridade atual do futebol gaúcho.

  12. Wolfgang Weittefooder
    Wolfgang Weittefooder

    Bom dia colorados

    Eu concordo que gramado ruim sempre prejudica o time mais técnico. O problema é que dentro do Beira Rio, com gramado perfeito, este time do Inter não se impõe, assim como não o fez contra o América, dentro do Independência, com gramado perfeito. Por isso, para mim, é só mais um mimimi junto daquele que falta tempo para treinar (só o Inter não tem tempo para treinar, os adversários são privilegiados e tem muito mais tempo) e o problema das lesões (qual a causa?). O Inter é o único que freta aviões e fica em hotéis de primeira categoria. Convenhamos! Aprendi que o significado de Desculpas é uma confissão de culpa.

    Zagueiros:

    Cuesta – apesar de não ser um Figueroa ou Gamarra ou Lucio ou Fabiano Eller, é titular absoluto neste time e faz muita falta. É o único capaz de dominar uma bola e tentar um passe mais apropriado.
    Leo Ortiz – apesar de não ser o ideal, ESTÁ melhor que Klaus e Danilo Silva. Para ver nossa situação.
    Klaus – meu Deus, o cara não tem dominar uma bola. Ontem cabeceou a bola para o lado que o nariz estava virado. Bola pelo alto, ele sozinho, o adversário a 30 metros, e ele cabeceia para qualquer lugar, não tenta dominar, além daquele passe para o adversário. O pior dos zagueiros atuais.
    Danilo Silva – ainda há uma esperança, baseado no passado que conhecemos, mas até agora, se explica porque não teve mais espaço na Europa.
    Ernando – está melhor que Klaus e Danilo Silva. Calma gente, não disse que ele é bom. Só está melhor que estes outros dois e no páreo duro com Leo Ortiz.
    Por isso, acredito naquela história do bode na sala para justificar a volta de algumas nabas, tipo Ernando. Agora, Ernando estará fora de combate por 4 meses devido à lesão.

    Meio de Campo

    Dourado e Edenilson são titulares. Edenilson precisa melhorar e apresentar mais regularidade.
    Aí vamos para aquilo que só a Direção do Inter não enxergou ainda – há anos -. É preciso um reserva à altura para o D’Alessandro e/ou um companheiro para ele. Esta burrice de tentar colocar atacantes para ajudar nesta empreitada não tem limites no Inter. Alguém pode explicar porque Juan não começou jogando ontem, sem passar pela avaliação de que Guto é um Roth da vida? Em jogos dentro do Beira Rio tem que jogar Juan e D’Alessandro, com Potker e Nico na frente. Em jogos fora, se quiser reforçar o meio, pode pensar no Gutierrez ou Charles (ambos chegam com mais força na frente e marcam mais que Uendel). Agora, pelo amor de Deus, acabe com esta improvisação do Uendel. Um jogador que não chega na área e quando chega dá um teco na bola. Não consegue dividir com vontade no meio, porque é frágil fisicamente. Não consigo entender o que enxergam. E para piorar, com Uendel no meio, o bunda de saúva joga na lateral com aquela preguiça de dar inveja ao bicho.

    Guto por enquanto é o Rei do Mimimi.

  13. Bom dia.

    Mais do mesmo.

    E as desculpas continuam.

    Já estão preparando a próxima:
    Caso aconteça algo ruim na terça contra o Parana, a desculpa será que é o reflexo do campo pesado do Arruda.

    PQP, chega dessa palhaçada, chega de mimi, E VÃO JOGAR FUTEBOL bando de metcenarios e nossos dirigentes que tomam vergonha na cara e tratem de cobrar resultados.

    De um Colorado, sócio e dos mais fanáticos, mas que não aguenta mais desculpas e principalmente não ver nada parecido com futebol quando nosso time joga.

    No mais, a esperança é a última que morre.

    VAMO INTER

  14. Bom dia e bom domingo a todos. . . . .

    Quando eu disse na postagem anterior que eu tinha ciúmes deles por uma serie de razões que coloquei ali, e uma delas aconteceu ontem.
    No jogo deles contra o fluminense em que ganharam por 2 bolas paradas, muito bem cobradas e que a nossa imprensa se orgasmando toda classificou de GOLAÇOS, sendo que estes GOLASSOS acontecem quase que toda a semana e não tem estes adjetivos, pois bem ontem nos tivemos 2 faltas rigorosamente iguais as que eles tiveram, mesmo lado, mesma distancia e que aconteceu NADA absolutamente NADA, alias nos não temos batedor de faltas, só o Dalessandro, mas quando ele não esta como ontem qual é o batedor, ninguém sabe, porque segundo palavras do treinador como no caso dos 4 penaltys quem determina quem cobra são os jogadores e não ele técnico, acredito que nestas faltas ele não deve nem treina-las pois quem vai decidir na horas são eles dentro do campo, pode isto…..

    Mais uma partida horrorosa, feia, mal jogada, com os jogadores maltratando a bola, sem sistema de jogo e não pode ter sistema porque cada jogo é um diferente, esta praga de cada jogo uma formação diferente, um sistema também diferente se instalou lá no B.Rio e teima em não sair de lá entra técnico sai técnico como alguém já falou ai, e eles caem na mesmice de sempre, e o pior é que de onde eles vem e para onde eles vão depois de sair daqui eles não jogam desta maneira, a impressão que passa é de que eles são contratados para jogar assim e fazer assim, e que tem alguém lá dentro que determina isto, olha com 10 minutos de jogo a gente já esta esbravejando tanto na cadeira no quanto no sofá de casa, é impressionante o que este nosso time conseguem fazer com a gente (pelo menos comigo).

    Ontem tirando aquela atravessada do Klaus em que não sofremos o gol pela ruindade do adversário
    os 3 zagueiros até que foram razoáveis conseguimos terminar um jogo sem levar gol, mas as laterais são
    lamentáveis, já falei aqui que o JUNIO, é o Geferson e o Artur do lado direito, ontem ele não acertou nem lateral que é com a mão, errou todas, as suas cobrança não chegam nos nossos jogadores, podem observar e na esquerda o Carlinhos parece que joga com nojo preguiça, tem até boa técnica mas não tem vontade, mas assim mesmo é melhor que os citados que eram do ano passado, que não pegam nem banco de seus times atuais.

    Dourado p/mim o melhor do time, mas só no quesito desarme, dai p/frente não sai nada, o Guto tem que arrumar uma maneira de o time não precisar que ele faça isto e que somente desrame e de para quem sabe sair jogando, Edenilson rende melhor ali, é o seu lugar mas ainda não se achou, mas é questão de tempo porque é muito bom jogador, Wendel é melhor para o time do que Carlinhos que embora tenha melhor técnica mas ele Wendel tem mais força e tem que ser lateral, e chego na Sacha que na minha visão jogou ontem a melhor partida depois da sua volta, parece estar adquirando a força e a velocidade perdida, e este jogador em forma é de muita utilidade p/time.

    Criticaram a exaustão os 3 atacantes, que desequilibra o time e outras perfumarias mais, mas eu pergunto e ontem com 2 como a maioria quer, quantas bolas chutamos em gol, quantos gols lamentamos a perda, nenhum Nico e Cirino não chutaram uma bola em gol, o goleiro do santa não fez uma defesa de grau de dificuldade, com 3 atacantes chutam mais, exigem mais dos goleiros adversários e até perdem gols, mas não querem desequilibra o time e ontem, com 2 foi equilibrado ganhamos o jogo?????

    A rodada foi boa/nos os que estão na frente 2 perderam e outro empatou, não dispararam, e apesar de nossa fragilidade ou ruindade como queiram, a coisa meio que se abriu favoravelmente p/nos, desde que fizermos a nossa parte vejamos, jogamos terça aqui contra o Parana, e continuando no sábado vamos a Pelotas, é jogo dentro do estado (gauchão) a torcida pode e deve ir em grande quantidade e depois teremos 2 jogo seguidos em casa Boa (que espetáculo Boa esporte onde fomos nos meter tendo Boa como adversário) e Criciuma, quer dizer e temos que acreditar até porque será a chance de deslanchar ganhando este 4 jogos, não é de se duvidar que depois desta rodada até poderemos estar na liderança, mas é fundamental GANHAR os jogo são praticamente em casa e aqui tem que se ganhar.

    A única desculpa para aquela suruba de ontem foi o estado do gramado, aquilo lembrou o meu tempo de várzea que terminaram lá pelos 80 por ai onde a gente jogava num troço como aquilo ali, só que ele era ruim p/2, mas quem disputa a serie B tem que passar por isto e pelas arbitragens, quem mandou serem incompetentes como foram e como estão sendo. feito chega, mais domingo sem futebol, isto também é outro ônus que estamos pagando.

  15. bike boy colorado

    Hoje é domingo
    missa e praia
    céu de anil
    tem sangue nos jornais
    bandeiras na avenida zil.

    Lá por detrás da triste
    linda zona sul
    vai tudo muito bem
    formigas que trafegam
    sem porque.

    Trecho da música S.O.S. do inesquecível Raul Seixas. Só curtindo um Raulzito para melhorar o domingo.

    Pois caro Fabiano, acho que definiste muito bem o Inter de ontem, “um time sem brilho”. Quanto ao gramado, se já estava ruim quando começou o jogo, com algumas poças de lama, imagina chovendo forte como aconteceu. Ficou quase impraticável.
    Mas isso faz parte do pacote da série b, a conta da imprevidência chegou e temos que pagar.

    Sobre lesões, ontem foi a vez do Danilo Silva sentir desconforto. O Ernando saiu no intervalo porque sentiu uma pancada. O Cuesta já está no estaleiro. Só aí já são três zagueiros. O zagueiro Eduardo estava muito bem no Náutico no ano passado. Até se indispuseram com os pernambucanos e trouxeram o guri de volta. Pois bastou o Eduardo errar em um lance do gauchão para ser queimado, arquivado e emprestado. Com mais uma lesão de zagueiro, tomara que não aconteça, aí irão às compras trazendo qualquer naba.

    Sobre o jogo, o estado lamentável do gramado mais a chuvarada durante o jogo prejudicaram muito o espetáculo. Há que se dar esse desconto.

    – Soubemos nos defender com alguma competência. Há quanto tempo não terminávamos uma partida sem tomar gols?
    – Klaus, tirando a entregada, foi bem. Bem focado.
    – Junio, tem que corrigir pequenos defeitos, é o nosso LD, precisa de sequência.
    – Dourado, menino de ouro, raçudo, deve aperfeiçoar o passe de primeira com ambas as pernas (uma de cada vez, eh eh), deve evitar carregar a bola porque é lento.
    – Edenílson, dispersivo mais uma vez.
    – Cirino, bah meu, ainda é cedo, mas começo a entender porque a torcida do Flamengo não gostava dele.
    – Pobre Nico Lopez, só recebe tijolo.
    – Brenner, quando o treinador escolhe colocar o inoperante Cirino de centroavante, é o descarte iminete anunciado desse que ainda é o goleador da temporada.
    – Diego, bateu muito bem uma falta, se vai a gol é um abraço. Aí dá uma falta da mesma posição, melhor porque mais próxima, aí contamos uma boa chance de gol. Vai o Carlinhos, se mete e faz mer…

    Para finalizar Fabiano e Coloradagem, deixo uma questão em aberto:

    O seguinte, vamos admitir que os tribunais dessem ao nosso Colorado ganho de causa em relação ao processo do atleta mal inscrito do Vitória. Estaríamos na série A. Correto. Decorridas oito rodadas (21 % do campeonato), com esse futebolzinho medíocre, em que parte da tabela estaríamos?

    Abraços.

  16. Gaude

    Fabiano e amigos(as) colorados(as),

    Como bem já frisou o Vozão, tá difícil de aguentar, assistir um jogo inteiro do Inter, tamanha ruindade e desacerto que se vê na estrutura do time, que não defende, não cria e não ataca.

    A pergunta que não quer calar é: O que fazem com o dinheiro fausto que entra todo mês nos cofres rubros? Investimentos certeiros como todo e qualquer dirigente que se preze, faz, para ter retorno imediato do investimento, no seu time? Aqui, não. Não se sabe para onde vai o dinheiro e é muito dinheiro!!!

    Com esta postura, pode trazer o goleador Cristiano Ronaldo que ele some jogando num time desses. É impressionante o amadorismo como tratam as coisas do clube, no que se refere à futebol e ainda mais, na SEGUNDA DIVISÃO, onde tudo é mais difícil, arbitragens, gramados, infra-estrutura, logística. Tudo é pior. E para não ficar atrás, pioramos o que já estava ruim. É de chorar, amigos e amigas.

    Esperança é a última que morre, portanto, como colorado antigo e fanático, não vou esmorecer, até pensando na máxima popular: “não há mal que pra sempre dure”, mas este está de cadeira cativa alugada no Beira Rio e não quer nos deixar. Agora, há um ingrediente que se não for modificado junto com os jogadores medíocres, de nada adiantará trocar treinador, comissão técnica, etc.

    A tão falada renovação precisa ser entendida em TODO ORGANISMO COLORADO. O que está aí, são cabeças que pensam igual, é o mesmo do mesmo, ano após ano. Estamos vendo o resultado. simples assim. Enquanto as múmias não saírem dos sarcófagos do Conselho Deliberativo e deixarem o espaço para novas cabeças pensantes imporem o inusitado, o novo, uma ótica moderna de administrar o futebol, como um negócio milionário como ele é, nada irá acontecer.

    Nos acostumamos às migalhas, enquanto que as múmias sorvem o melhor vinho, o melhor caviar e o império todo ruindo. Que saudades do portão 8, quando o grito chegava as mudanças eram imediatas. E o pessoal tinha vergonha de oferecer um espetáculo ruim destes, com toda dinheirama envolvida.

    Só para pensar: o co-irmão, após a revolução que fez nos bastidores, colocou para correr as múmias e os espertinhos que só traziam faróis e mídia, sentou o pito, trouxe um ex-prefeito bem sucedido na administração pública e, devagarinho, foram arrumando a casa. Demorou mais de ano para acertarem o passo. E com o padeiro de treinador agora, mas ele recebe as condições para fazer oque está fazendo, jogando um bom futebol.
    E como a mediocridade é geral no país, logo se destaca o trabalho simples, através da meritocracia, sem empresários dando palpite, muito menos dirigente opinando como deve ser em campo, ou quem escalar. E com uma dívida cavalar para tentar sanar, herdada dos espertinhos de plantão e das múmias.

    Esta evidência vem de encontro à tudo que disse o amigo e contemporâneo torcedor colorado henrique, sobre os pijamas , no post passado, quando a foto dos dois times misturados em campo no falecido Olímpico, era a ordem do dia, todos contra o stablishment poderoso do centro do país.
    Grande abraço à todos

    PS- para nós, o furo é mais embaixo. Mas é reversível sim. Acreditem.

  17. Antônio Carlos Pauperio

    Fabiano, concordo contigo e com a revolta da maioria dos torcedores Colorados, pois a necessidade e ansiedade de ver um time competitivo cada vez é maior. Tem momentos que não gosto muito de escrever, mas minha cabeça não me permite a omissão estratégica. Não sou ninguém para defender ninguém, mas pior cego é o que não quer enxergar. Vamos a realidade, titulares absolutos afastados por lesão Cuesta e Pottker, D´Alessandro afastado por cartão, Fabinho que vinha jogando também afastado por cartão. Gutiérrez afastado servindo a seleção chilena. Danilo Silva escalado, na ida para o campo apresenta lesão muscular. Colocam Ernando, que jogou 37 das 38 partidas do campeonato brasileiro do ano passado, sem sentir lesão e sente lesão muscular. É cegueira acreditar que um campo em péssimas condições não prejudique mais o time de mais qualidade. Negar que as arbitragens são inferiores a da Série A e que sempre pendem para o time da casa, é negar o óbvio. Será que é justo jogar a culpa de tudo isso no Guto Ferreira e cia que chegaram agora e pegaram, desculpe, uns jogadores de qualidade duvidosa contratados que precisam ser testados em jogos? Será que a culpa disso tudo não é dessa gestão e das anteriores que contrataram jogadores errados, não cobriram as deficiências existentes no plantel (principalmente a zaga central) e se desfizeram de jogadores que agora fazem falta? Ninguém irá me convencer que Klaus, Carlinhos e Uendel são melhores que os jogadores que saíram. Muito menos que o Sasha (nitidamente fora de forma) e o Brenner estão em um om momento. Colocar afoitamente o Charles, Juan, Iago, Valdemir e o Diego é queimar esses jogadores. Continuo acreditando que o atual treinador está no caminho certo, pois enquanto não estiver sendo derrotado, testando os jogadores do plantel (certo que agora não é a melhor hora, mas é preciso) e ajeitando o time, a esperança de uma retomada continua. Ninguém terá um argumento que justifique esses problemas físicos que estão acontecendo com os jogadores e com esse “cansaço” inexplicável. Afinal, o que está acontecendo? Não sabiam que a sequência de jogos na Série B seria essa? O que foi planejado e está em andamento? Será que a cada novo técnico começa tudo novamente do zero? Para finalizar, quem gosta tanto do adversário regional, faz favor, vá torcer por ele e deixe o trabalho no nosso Internacional transcorrer em paz. Quando as coisas melhorarem, se quiserem voltar, para dar força quando tudo estiver novamente bem, que voltem. Encerrando, ontem, a pior apresentação de nosso Internacional e um dos piores jogos que já vi.

    • Mauro Vozão
      Mauro Vozão

      Se me permites a piruada, entro só para dizer que concordo que não é justo se colocar TODA a culpa em cima do Guto, que recém está chegando, Paupério.
      MAIS UM que recém chegado se não mostrar serviço logo, aff, adeus tia Chica também. Nem quero pensar!
      Já disse que MELHOR do que Argel, Falcão, Roth e Zago penso que ele é, e interessado tambéml.
      Mas daí que o levemos de lombo liso, também não!
      Teus argumentos arrolados como desculpas para um retardo no melhoramento em campo são válidos. Só que a massa já está de saco cheio de só escutar DESCULPAS para maus desempenhos. E EU, por exemplo, tenho pressa, rsss!

      Agora, hay cocitas aí que ele não precisa NEM DE TEMPO para implantar, ou melhor, REIMPLANTAR: MANDAR pararem com os balões pra frente, é uma; EXTIRPAR a mania de os zagueiros ficarem atravessando bolas na área é outra; EXIGIR que se apliquem mais, na prática, não no microfone (ontem vi neguim CAMINHANDO em campo), é mais outra; Retomar a cobrança de laterais para O TUMULTO é outra mais; SUPRIMIR a mania de cobrarem faltas já na intermediária adversária com um toquesinho PARA TRÁS é mais uma, e assim por diante. Nem vou repetir DE NOVO a Cartilha do Treinador Incompetente!
      Com o perdão pela intromissão!

    • Fabiano Mello
      Fabiano Mello

      Não é fácil Pauperio, concordo contigo, não é fácil escrever, tal é a insatisfação com a situação do clube como um todo. A tempos o Inter não é mais o Inter como já foi, independente dos fatores que nos atrapalhem, o certo é que o caminho está torto a muito tempo e o pior é ver que os “pilotos”, não enxergam bem e estão perdidos. O Guto com certeza não tem culpa, a direção, essa e a anterior, tem toda.

  18. Mauro Vozão
    Mauro Vozão

    O ZILHONÉSIMO JOGO DESGRAÇADO DO INTER
    Tá de DESANIMAR, mesmo! Assim, não há mais saco que aguente, não é mesmo, Fabiano?!

    1º TEMPO:
    Levamos OUTRA saranda! MAIS UMA! O placar de 0 x 0 saiu baratíssimo! Só quem TENTOU jogar foram Dourado, Uéndel e Sasha. O resto, cruz credo! O Santa desperdiçou chances que o Inter nem teve.
    Na defesa, Junio estabanado como só; Klaus deu uma ENTREGADA como há MUITO eu não via; Ernando, o songa-monga de sempre e Carlinhos, meu Deus, técnica tem mas ATÉ para correr ele o faz com PREGUIÇA, e quando recebe uma bola para contragolpe, aguarda até um adversário chegar para chutar NAS PERNAS DELE! Vixi!
    No meio, Edenilson parece que desaprendeu com o estágio na lateral, e acho que NUNCA chutou uma bola para BAIXO na vida, só tiro nos pássaros! E na frente, além de a bola não chegar, QUANDO chegava vinha como MELANCIA – e se em campo seco o Cirino já apanha dela, … Nico López, coitado, dá até PENA, sozinho correndo lá na frente feito em jogo de bobinho; mas SÓ correndo, porque a bola não chegava! Cadê o ENGANCHE? Precisamos um ENGANCHE! PRA ONTEM, Direção, se liguem!!!
    Quando anunciaram os MELHORES MOMENTOS, no intervalo, aproveitei para tomar um ar e MAIS UM GOLE! SÓ mais um!

    2º TEMPO: O Inter equilibrou o jogo, digo, o Santa conseguiu imitar a ruindade do Inter, NÃO JOGAR NADA também. E ficamos conversados! Cruzes, que coisa feia!

    OBSERVAÇÕES ADICIONAIS:
    Quanta INVEJA de tudo quanto é time, mesmo de araque, que manda LATERAL para o tumulto. Pô, nem este MISERÁVEL recurso temos mais!
    Falta a nosso favor, então, pode virar de costas que: Ou ATRASAM a jogada, ou tibum na barreira ou tibum NAS NUVENS! Credo!
    A SINA do balão pra frente está cada vez mais arraigada, entra treinero, sai treinero. Vamos, Guto, quero acreditar em ti, CORRIGE estas coisinhas deploráveis, tchê! Junio, agora também já Klaus, Ortiz e Ernando chutam, sistematicamente, para onde o nariz aponta. São os nossos principais LANÇADORES!

    FECHAMENTOS:
    1) Ave, que MARTÍRIO está sendo CONTINUAR COLORADO ESPERANÇOSO!
    2) E TU aí também, meu querido Fabiano, que escreve bem, porque nos demais Posts só ficas na moita?

    Como a esperança é a última que morre,… nos 4 próximos jogos TEMOS que fazer no mínimo 9 PONTOS!

    • Fabiano Mello
      Fabiano Mello

      Mauro, é uma insatisfação e indignação a cada partida que passa, quando vai acabar esse martírio não sei, mas sei que já dormimos demais, é mais do que hora de acordar.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*