GUTO, FECHO CONTIGO!

Formado em Educação física pela UNIMEP, em 1985, Guto começou a carreira de treinador nas categorias de base do XV de Piracicaba, sua cidade Natal.

Guto: A reencarnação de grandes treinadores?(Imgaem: Yahoo)

POIS MEUS CAROS IRMÃOS DE ALEGRIA, tenho uma grande satisfação em abordar esse tema. Tenho ouvido muitos dizerem que subindo para a primeira divisão o INTER precisa de outro treinador.  Guto em que pese ser profissional de Educação física parece encarnar o “”FAÇO O QUE DIGO MAS NÃO FAÇA O QUE EU FAÇO” evidentemente levando-se em conta sua silhueta. Bem sabemos que o fato de um ser não ter um desenho físico agradável aos olhos muitas das vezes não depende simplesmente de vontade pura e simplesmente. Mas não estamos aqui para apostar na carreira de modelo do nosso GF e sim pra falar de sua(tomara) trajetória vitoriosa no nosso INTER.

Lembro de Daltro Menezes, um jovem treinador do então Infanto-Juveil do Inter (categoria de base à época). Quem apostaria em um frustrado jogador que a partir de uma disfunção engordou tanto que antes dos 30 parecia ter 50 anos e não teve outra alternativa se não tornar-se treinador? Pois ele vingou e teve enorme sucesso. Não é o caso do GF diga-se a bem da verdade.  Daltro tornou-se o grande arquiteto do time que retomou a hegemonia do futebol Gaúcho em 1969 e que culminou com os títulos de octa-campão gaúcho (1976), e tri-campeão brasileiro (1979). Foi dele a base, levando o INTER até o tri campeonato e entregando o cetro a Dino Sani em 1971 que posteriormente entregou a Rubens Minelli em 1974 que conduziu o COLORADO até 1976 e que culminou esse cilco com o grande Enio Vargas de Andrade , que levou nosso INTER ao título de campeão nacional INVICTO.

Outros emergentes surgiram ao longo do tempo, Mano Menezes  (cria do Inter)que treinou o XV de Campo Bom e que de lá pra cá andou na segundona como todos sabem, serviu de modelo para o Corínthians, o resultado todos conhecem.  Depois dele Adenor Bachi veio a comprovar que talento merece oportunidade, o problema é saber avaliar. Tite também veio do Veranópolis, passando pelo Caxias, foi campeão Sulamericano com o INTER (e aqui uma observação muito pessoal: foi o INTER que jogou mais bonito dos últimos tempos. Bola no pé , sem chutão, envolvente, lindo de ver, pra mim  o melhor. Deus me deu a oportunidade de dizer isso a ele).

Pois bem AMIGOS se eles se tornaram referência e tiveram como origem ou passagem o INTER (Tite) porque GF , que é cria da casa, pode não ser uma reedição? Não é aposta, não. Com praticamente o mesmo plantel(alguns acréscimos evidentemente) ele hoje levou o INTER a ser o Lider isolado da B  e me levar a apostar UM MILHÃO DE DÓLARES contra um palito de fósforo queimado que o INTER será o campeão da série “B”. Duvida? Então porque não? Me julgo na obrigação de gritar: GUTO, FECHO CONTIGO!

TENHO DITO

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

About Paulo Melo

16 comments

  1. Contra o América deu para sentir a nossa evolução.
    Muito limitada, fomos dominados
    Prevejo Guto até junho do ano que vem no máximo
    Nosso time continua um queijo suiço, estes esquema de 3 atacantes pode funcionar contra times fracos.
    Tirasse o Dale este time já era
    Série A é muito mais competitiva, precisa de treinador com visão de jogo e não apenas trocar lá pelos 30 minutos do segundo tempo
    Falta lateral direita, falta volante mais dinâmico, falta um zagueiro e continua faltando aproximação e jogo pelo meio.

    • Alô você L Fernando!
      Quando foi contratado(30 de maio) Guto Ferreira encontrou o INTER na 10ª posição, estávamos na 5ª rodada. Dez rodadas depois o INTER era o 5º colocado e hoje somos lideres com 6 pontos de vantagem para o segundo colocado. Isso é indubitavelmente EVOLUÇÃO. É bem verdade que nos acostumamos com times de ponta buscando títulos em competições maiores e evidentemente não estamos nesse patamar, mas não há dúvidas de que estamos evoluindo. Há muitos anos o INTER tinha um time que foi denominado de Rolo Compressor tal era sua superioridade ante seus adversários. Esse time se desmontou fruto de desgaste, e outros fatores, só voltamos a formar um grande time na década de 70 mas antes tivemos que passar por estágio probatório e torcer por times que tinham muito de transpiração e muito pouco de inspiração. Aos poucos fomos substituindo parte da transpiração por inspiração até que chegamos a um equilíbrio e os momentos gloriosos. Hoje, depois do apojeu, estamos de volta ao estágio da transpiração, não se pode perder isso mas ir agregando inspiração até que se atinja o equilíbrio é a medida certa. É preciso trabalho, tempo, força é fé.
      Coloradamente,
      Melo

  2. Olha Melo, vejo o Guto em plenas condições de confirmar a classificação e muito provavelmente o título desta série B. E vislumbro sim uma continuidade pelo mérito de 2017 ao pegar um grupo pressionado, com baixo rendimento e resultados frustrantes. O que me inquieta sim é que tipo de comportamento teremos em 2018. Isso inclui os dirigentes e num segundo nível a CT. Pela grandeza e pelas decepções dos últimos anos, vejo o SCI na obrigação de buscar um desempenho de time aspirante a títulos, isso mesmo, títulos. Clubes medianos ou pequenos almejam principalmente se manter numa divisão melhor. Mas o INTER não pode e não deve se comportar assim. Se o GF, seus comandados, com reforços que boa parte de nós sabem em que posições devem ser buscados e especialmente os dirigentes tiverem essa noção do que representa ser o INTERNACIONAL num cenário de disputas nacionais, poderemos ter uma temporada à altura. Mas não somos videntes e muito menos profetas do desastre. SC.

    • Alô você Luciano!
      Perfeito, linha de raciocínio absolutamente linear e lógico. Concordo em GNG.
      Coloradamente,
      Melo

  3. Gaude

    Prezado Melo, sou mais um a concordar contigo e com muitos colorados que expressam suas opiniões no Beira Rio, ou nas rodas de conversas, ou nas redes sociais. Os resultados falam por si. Há sim, algumas colocações que eu poderia fazer, mas se perdem na poeira, quando vem ele com aquele jeitão simples de falar e com poucas palavras ele sai pela tangente, mas sempre dizendo o que se quer ouvir: estamos trabalhando para tirar o Inter da B e estamos indo jogo a jogo.

    O amigo Naladar esboça um gráfico tático bastante lúcido sobre o que acontece dentro de campo. As linhas sem a mecânica do funcionamento que lhe dá dinâmica no jogo. O atacante chega na zona do agrião antes do restante dos companheiros ( Pottker) e também na frente da área adversária e a nossa também, os rebotes, que podem ser mortais, na acepção real da palavra.

    Ele conseguiu colocar o vestiário no bolso, e contou com a prestimosa ajuda do D’Ale para isso, que é um líder nato dentro e fora do campo e, por seu mérito também, soube trazer como um ingrediente agregador e não o contrário como se viu acontecer ano passado, quando o argentino, futuro brasileiro-gaúcho, foi tomar uns ares na sua Buenos Aires, na querência do Ríver Plate. Era outro detalhe delicado. Ele chegando aqui, com contrato em vigor, muita vontade de ajudar deixando de lado uma LA2017 com o Ríver e se doar ao Inter. Guto foi importante em saber fazer essa leitura e trazê-lo pela mão e dar-lhe a autoridade que sempre teve dentro de campo para ser o maestro da orquestra que ele, Guto estava organizando.

    Estamos à 3 vitórias do acesso e com cada vez mais energia da retomada para ano que vem, voltar a ser o Grande Inter novamente, com mais algumas contratações, já bem desenhadas pelo Pauperio e Naladar.
    Foste muito feliz, Melo na descrição de como tudo começou no passado e as pessoas que trouxeram o triunfo para o Inter ao longo da década de 70. Inclusive trazendo o que hoje é o treinador da seleção brasileira e faz um sucesso danado, antes fez sucesso aqui e no rival. Nada como um dia depois do outro.
    Grande abraço.

    • Alô você Gaude!
      Pinçastes bem o “vestiário no bolso”, Eu guardei um ato do GF que não me passou despercebido e entendo como sendo mais um mérito seu. Quando chegou ao INTER, todos víamos um time que likteralmente se entregava aos 20/25 do segundo tempo fruto da deficiente preparação física. Guto chegou e de imediato, conhecedor da matéria por ter graduação na área, determinou que ficassem seis ou sete em Porto Alegrte e levou para Floripa um grupo de jogadores que comprovadamente em exames laboratoriais estivessem em condições de simplesmente CORRER 90 min, enquanto os deficientes fisicamente ficassem aprimorando sua condição. Hoje o time corre. Mérito para o GF.
      Coloradamente,

      Melo

  4. Dorian R. Bueno
    Dorian R. Bueno

    O GUTO FERREIRA É MELHOR TREINANDO TIMES DA SÉRIE A OU B !!!

    Estou começando acreditar que o Guto Ferreira está gostando demais de treinar o nosso Internacional da Série B, ainda mais com a campanha que estamos fazendo sob o comando Dele, do D’Alessandro e demais jogadores.

    Esta dobradinha pode continuar dando certo também ano que vem, mas precisamos agregar um pouco mais de jogadores com qualidades em muitas posições, e criar um grupo consistente na Série A.

    Lembro quando treinava o Bahia este ano na Série A, estava fazendo um bom trabalho, e largou tudo para vir trabalhar mais uma vez no Beira-Rio, ainda mais conhecendo a estrutura da grandeza de time grande que o Internacional possui.

    Colorados, quando um clube do tamanho do Internacional está com vontade de competir e mostrar a sua capacidade dentro dos bastidores e campo de jogo, os resultados sempre aparecerão normalmente.

    O GORDIOLA e os Jogadores atuais estão fazendo o seu melhor para que possamos voltar para a Série A, e isto vai acontecer daqui alguns dias, por que todos estão engajados no mesmo objetivo sem estrelismo e vaidades.

    Devido a isto poderá ser o nosso TREINADOR na Série A, pelo fato de hoje estar apenas atrás do Corinthians em desempenho, evidente enfrentando outro nível de competição.

    Abs. Dorian Bueno, Google+Plus, POA, 02.10.2017

    • Alô você Dorian!
      Concordamos, também acho que Guto Ferreira está gostando agora quero que o INTER TAMBÉM GOSTE DO GF E O MANTENHA em 2018.
      Coloradamente,
      Melo

  5. Naladar Santos
    Naladar Santos

    Melo e colorados, bom dia!

    Como escrevi no meu último post e tenho escrito quase sempre, acho que o Guto é insuficiente para aquilo que eu espero do Inter, mas dou-lhe o benefício da dúvida. Sinceramente, não sei se a Série B é um bom parâmetro para nosso futuro, mas, para aquilo que pretendemos no curtíssimo prazo sem dúvidas Guto tem méritos. Acho que o time do Inter tem problemas importantes ainda que, para mim, me parecem latentes dado a fragilidade dos adversários. 1) as linhas não se movimentam com o sincronismo necessários, ou seja, quando há um lançamento para o Pottker, por exemplo, ele dispara na velocidade e os meias só vão conseguir se aproximar da área no dia seguinte (exagero meu, claro); 2) os rebotes, a famosa segunda bola, quase sempre é do adversário, seja quando atacamos, seja quando somos atacados; 3) a marcação na intermediária ao invés de marcar na saída de bola resulta inócua porque não temos jogadores rápidos (Nilmar, Taison) o suficiente para chegar na frente com rapidez, vide exemplo solitário do Pottker. Estes 3 exemplos, na verdade, são causados pelo primeiro item. Não é só responsabilidade do Guto, a direção também tem responsabilidade porque o elenco ainda é desequilibrado para isso, daí ele, Guto, ter culpa menor neste particular.

    Sobre a silhueta do Guto, pensemos no Abel ou no próprio Muricy, nenhum deles é exatamente um exemplo ou modelo de ex-atleta, não obstante os grandes treinadores europeus serem mais, digamos assim, elegantes, vide Zidane, Guardiola, Mourinho, etc….rsrsrs

    Voltando ao Inter, se, e somente se, os dirigentes do Inter estão enxergando como estamos o time atual do Inter, eles saberão o que precisamos para sermos competitivos em 2018. Na minha opinião precisamos um LD para ser titular, um zagueiro para ser titular, um meia jovem que saiba armar e fazer gols (ainda acho que podem testar mais este Juan até o fim da Série B) e um alternativa para Sasha (não podemos desperdiçar um atacante em nome de cumpridor de tarefas táticas).

    • Alô você Naladar!
      Por isso nosso BAC existe. Para transformarmos esse espaço em uma verdadeira arquibancada onde se discute futebol, especialmente no nosso INTER. aQUI SE CONCORDO OU SE DISCORDA COMO A BOA E SAUDÁVEL ARQUIBANCADA. A parte que concordo? A sincronia absoluta (muito dificil ein?)ainda inexistente entre os setores e o aproveitamento não muito claro do potencial do Potker. Veja que até no exemplo que usastes com muita propriedade citastes a velocidade de Nilmar e Taison. Nilmar sozinho também ficava a mercê dos chutões da defesa para sair em desabalada carreira tentar algo (portanto, isso é antigo). As vezes até conseguia como no gol que fez contra o Corínthians onde driblou oito ou nove e não teve a seu lado outra opção que não driblar por força de sua velocidade desigual. Não seria o mesmo caso do Potker, guardada as proporções? Como escrevestes GF está isento nessa.
      Coloradamente,
      Melo

  6. Antônio Carlos Pauperio

    Melo, como qualquer profissional, o atual treinador precisa se manter atualizado e repensando sempre o acerto de suas decisões. Acredito que o Internacional, dentro do planejamento para 2018, inclua uma análise criteriosa das atividades e participação das pessoas em de tudo que aconteceu em 2017 e em anos anteriores e veja se há necessidade de mudanças para o projeto futuro. Penso eu, de fora do dia a dia, que com algumas contratações pontuais (com atenção especial a Edenilson, Damião e Klaus), o Internacional possa ser em 2018 um grande equipe. Para não deixar dúvidas, como já coloquei em comentários anteriores, caso esse trabalho e essa tendência de mais acertos que erros continue se mantendo até o final da Série B, também fecho contigo, no sentido do Guto Ferreira continue a frente do plantel Colorado em 2018. Tem adquirido méritos para isso. Não o conheço pessoalmente, respeito sua forma discreta de atuar e admiro os trabalhos que tem feito, sempre sério, de convicções válidas sobre o futebol moderno e, principalmente, muito honesto. Se eu pudesse dizer algo a ele e ele me ouvisse, iria sugerir que reavaliasse a hora em que decide fazer as substituições, pois acredito que demore muito (tem feito só depois dos 25 minutos do 2º tempo, salvo em caso de lesões), pois ao final do 1º tempo já se pode ter certeza se algum jogador não está em seu melhor momento e que deve ser substituído. Aproveitando a oportunidade, continuo acreditando que não temos bons laterais, nem na direita, nem na esquerda e precisamos de outro zagueiro “xerifão” pela direita (vamos ver como volta o Klaus). Posso estar enganado, mas acredito que o Camilo deveria ser o titular e começar os jogos, ficando Sasha na reserva, pois não tem efetuado boas apresentações e ainda é prejudicado tendo de marcar para “ajudar” o Uendel.

    • Alô você Pauperio!
      TAmbém vejo muitos méritos no GF, Erra como um ser normal, mas tem muito mais acertos sem dúvida. sua discrição tem ajudado sobremaneira a fazer as coisas do seu jeito, e vai muito bem, entendo eu. Vamos em busca desse título, enquanto isso a direção que esteja atenta e que contemple o plantel com os reforços necessários a uma campanha digna em 2018, mas por enquanto FOCO em 2017, sem piscar.
      Coloradamente,
      Melo

  7. Charles Grellmann
    Charles Grellmann

    Buenas Mello !!

    Eu fico com o Guto para o ano que vem sim !!
    Ele conseguiu resolver os problemas de vestiário e mesmo com um time limitado em algumas posições está fazendo o time jogar … com alguns reforços pontuais para o ano que vem .. ele tem tudo para ter mais sucesso ainda !!

    Saudações

    • Alô você Charles!
      Pois ele começou deixando todos em Porto Alegre porque soube da situação física da equipe, e isso a meu ver mostrou critério. Equilibrou o time, repetiu escalação que era o que se queria. Hoje o time tem consistência e um padrão razoável. Tende a crescer. Tô com ele.
      Coloradamente,
      Melo

  8. CARLOS TRAMONTINI

    TAMBÉM FECHO PAULO MELO.

    • Alô você Carlos!
      Que bom que meu pensamento não é o único. Obrigado por estar participando de nsso BAC.
      Coloradamente,
      Melo

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*