MANTER A LIDERANÇA E CONQUISTAR O TÍTULO, O DESAFIO

Agora estamos cada vez mais envolvidos nessa luta ferrenha da Série B e, como Colorado e bom Gaúcho, sempre fiel ao nosso pensamento minuano de “um boi para não entrar na briga, mas uma boiada para não sair”. Agora, manter a liderança e partir à busca ao título, com a devida prudência, respeito aos demais clubes e responsabilidade, passa a ser um desafio e uma obsessão.

Juntos e apoiando, sempre!

Depois da última vitória alcançada contra o América MG, por 2 x 1, 2º colocado na classificação e da maneira como a equipe Colorada vem jogando, estão presentes todas as condições necessárias para consolidar essa liderança nesse jogo de hoje, contra o Santa Cruz, dentro do Beira-Rio. Empenho, seriedade e doação em campo, com certeza, novamente não faltarão, assim como o apoio dessa imensa e fiel torcida Colorada. Essa vitória, com certeza, manterá a folga necessária em pontos ganhos, além de trazer mais tranquilidade e maior segurança aos jogadores para os demais jogos da Série B. É uma vitória que não se trata de “questão de vida ou morte”, mas é importante, principalmente porque mantém esse distanciamento do 2º colocado na classificação e teremos um “osso duro de roer” na próxima terça-feira, contra o Paraná, em Curitiba.

20.000 ingressos já vendidos em 24 horas na Vila Capanema, estádio do Paraná e a expectativa é de 40.000 na Arena da Baixada, do Atlético PR.  

Analisando a tabela do 2º turno, os jogos até o final da competição e a classificação atual, podemos afirmar que nada ainda está conquistado, falta muito para que o Internacional possa se sentir em uma posição confortável. A margem de 3 na diferença em pontos, é muito pequena e ainda o Internacional terá mais 36 pontos a disputar. Se a seriedade com que estão sendo encarados atualmente os jogos, com certeza, o Internacional estará na Série A em 2018, entretanto não dá para “deixar a guarda baixa”, pois todo o cuidado é pouco.

Apesar de não insubstituíveis, todos são muito importantes!

O que se pode constatar e acreditar é que se continuar a tendência de crescimento de bons resultados, principalmente de vitórias, dentro e fora do Beira-Rio, sem derrotas, o Internacional poderá alcançar a classificação e o título da Série B, até mesmo com boa antecipação.

Nesse momento, além das dificuldades geradas pelos adversários, existe uma preocupação com essa inédita incidência de lesões com jogadores de uma mesma posição, que começou com os goleiros, depois com os laterais e agora com os zagueiros. A esperança é que terminem por aí e o que tinha de acontecer, já tenha acontecido, pois criaram problemas de difíceis soluções.

Não menos importante é a preocupação com a incidência de cartões amarelos, a grande maioria por reclamações e que tem provocado a ausência de jogadores titulares em jogos importantes. Acredito que, se não podem ser evitadas, que sejam, ao menos, efetuadas de outra maneira, de forma a não gerar punições. Gostaria que alguém apresentasse argumentos que comprovem a impossibilidade de um profissional experiente evitar um cartão amarelo, pois entra em campo sabendo que está “pendurado” e nada justifica sua ausência em um próximo jogo, principalmente considerando a importância do próximo adversário.

Pela postura da atual da gestão Colorada, acredito que o planejamento para 2018 já deva estar em andamento e essa continuidade de bons resultados, devido a responsabilidade com que todos estão encarando a Série B, traz a tranquilidade necessária para reestruturar um futuro mais fortalecido com o aprendizado vindo dos erros e mais ousado para o Internacional, para dar voos ainda maiores com objetivo de títulos, conquistas e para buscar as melhores soluções para as carências atuais no plantel (bem visíveis nos jogos mais difíceis). Sem dúvida alguma, a gestão atual e o comando técnico do plantel já devem ter definido quais as contratações dos jogadores que estão emprestados, a utilização de alguns dos que foram emprestados, as novas contratações e as dispensas/empréstimos, daqueles que não farão parte do plantel Colorado em 2018.

Existe a esperança que esse assunto referente à gestão anterior (polêmica sobre as contas) não venha a interferir de forma a tumultuar o ambiente Colorado no final de 2017 e que haja o devido cuidado com o tratamento dessa questão, principalmente não se deixando levar por distorções e manchetes e, em especial, nas informações repassadas à torcida. Acredito que superar as dificuldades enfrentadas na disputa dos jogos na Série B, já são mais do que suficientes e, nesse momento, a responsabilidade com o clube e a prudência são fundamentais.

Confiança, estamos chegando lá!

Nesse momento penso que deve ser evitada a “falsa e ilusória corrida” aos pontos que classificarão o Internacional antecipadamente, pois isso poderá acarretar uma ansiedade exagerada e prejudicial, tanto nos jogadores, como na torcida Colorada. Não há motivo para criar preocupações onde elas não existem. Se o time vem jogando bem, com desempenhos que estão agradando a grande maioria e vem conquistando bons resultados, para que criar desafios imagináveis, histriônicos e metas fora da normalidade. O importante é chegar ao objetivo, com a devida calma, com empenho redobrado, com competência, com responsabilidade e com confiança, pois dentro dos parâmetros normais,  virá com naturalidade e é somente uma questão de tempo.

Não poderia encerrar essa postagem sem expressar meu pesar e minha solidariedade aos familiares do homem especial e jornalista Wianey Carlet que, infelizmente, deixou nossa companhia devido a um infarto nessa última quinta-feira. Que os amigos Colorados “lá de Cima” te recebam de braços abertos, pois aqui sentiremos muito a tua falta.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

About Antônio Carlos Pauperio

Antônio Carlos Pauperio
Sou apenas mais um dos simples torcedores do nosso INTERNACIONAL. Atualmente resido em Salvador, na Bahia, mas mesmo distante continuo sempre acompanhando e torcendo pelo sucesso de nosso Colorado e pela alegria da nossa torcida. Para acompanhar o que escrevo, fora do nosso blog, acesse o endereço http://discutindoavidanormal.blogspot.com

8 comments

  1. Naladar Santos
    Naladar Santos

    Paupério, tudo certo, 100% de acordo. Talvez o grande benefício de alcançar a vaga o mais rápido possível seria testar, pela última vez alguns jogadores, para avaliar se podem permanecer no grupo para 2018 ou não….

  2. Paupério e amigos(as), mantendo a campanha e buscando o título como objetivo também tem sido a receita. Para 2018, mesmo que a seu tempo, entendo que vai depender muito da dimensão que a Direção der à trajetória de 2017. Pelo critério da meritocracia, a CT deverá ser mantida, assim como uma base de jogadores desta temporada. Agora, o planejamento e os objetivos para 2018 serão cruciais para o patamar de time vencedor e não apenas participante ou postulante a vagas em competições internacionais. SC.

    • Antônio Carlos Pauperio

      Luciano, concordo contigo. Na minha opinião o planejamento para 2018 e para os próximos anos deverá ter em seu bojo qualificar mais o plantel e ousar mais em relação às competições e conquistas. É importante que no final da Série B, à luz da razão, seja feita uma avaliação criteriosa de mérito de todas os atividades, participações e os resultados encontrados, a fim de cotejar com o que se pretende para o futuro. Sem exceções, com a coragem e competência necessária, o que tem que ser modificado, deverá ser modificado.

  3. Alô você Pauperio!
    TODOS AO BEIRA-RIO!
    Especula-se que vários jogadores sejam poupados. Que o GF seja iluminado a ponto de mandar a campo uma equipe equilibrada e que não mexa tanto na equipe a ponto de faze-la regredir. e fato a direçã da sinais de quejá está planejando 2018, pela palavra do VP de futebol 70% do plantel será preservado para a próxima temporada então a dedução é relativamente fácil, MAS PRECISAMOS CONSOLIDAR NOSSA CLASSIFICAÇÃO e o Título.
    Coloradamente,
    Melo

    • Antônio Carlos Pauperio

      Melo, você espelha como o verdadeiro Colorado se comporta. nada está ganho ainda. Estamos bem encaminhados, mas não dá para relaxar nunca. Todo o esforço dos jogadores e o apoio da torcida serão necessários até o final.

  4. jaldemir Candido dos Santos
    jaldemir Candido dos Santos

    Ilustre A.C. P.: Cem por cento exato em suas observações. Privilegiado visionário. Teu guarda-chuva se fosse usado pela atual Direção, nos garantiria com folga a presença na Série A com chances sólidas de disputar e não participar do Campeonato da Elite do Futebol Brasileiro. Em relação a Série B, além de erguer a taça de Campeão, o feito oferece a viabilidade de participação direta na Copa Brasil em sua fase de oitavas? Grande Abraço!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*